Início > Linux > Como montar uma pequena empresa com pouco investimento em informática

Como montar uma pequena empresa com pouco investimento em informática

21 de julho de 2009 Deixe um comentário Go to comments

Pré-requisitos: saber instalar o Windows e o Linux.

Observação: me perdoem se os valores não estiverem de acordo, fiz uma pequena pesquisa com amigos e, claro, utilizando o Mr. Google, para consegui-los.

Imagine a situação: você quer montar uma empresa, sabe que vai precisar de pelo menos 10 computadores, mas seus investimentos em informática não podem ultrapassar R$ 15000,00.

Eis a solução: que tal comprar um micro potente, que lhe custará cerca de R$ 7000,00 com Windows Server 2003 (dando-lhe assim capacidade para mais 20 computadores, caso sejam necessários futuramente) e 10 micros Pentium III 600Mhz em qualquer lojinha da Santa Efigênia por R$ 200,00 cada? O resto do dinheiro você poderia até comprar monitores LCD, teclados e mouses novinhos para dar aquela impressão de todos serem micros top de linha. Vamos ver como fazer?

A idéia é utilizar os micros “pobres”, digamos, com o Linux para acessar o Windows Server 2003, via conexão rdp (tipo Terminal Services). O resultado final são micros “aparentemente” rodando Windows 2003. Quem utiliza praticamente não nota a diferença. Digo praticamente pois em alguns momentos pode ser notada uma breve lentidão, mas que com certeza compensa os gastos que você teria com 10 micros novos licenciados, com garantia, e etc e tal. Vamos ao trabalho!

Primeira etapa: comprar um micro para ser o “servidor”, que deverá ter pelo menos 4 interfaces de rede, para receber as requisições (prefira placas de rede Realtek ou VIA), um bom processador (se possível Core 2 Quad para cima) e placa de vídeo offboard (com pelo menos 512mb) – tudo deve sair por uns R$3000,00 a R$ 3500,00, dependendo de quanta memória você irá colocar. Esse micro deverá acompanhar uma licença Windows Server 2003 que deve estar em torno de R$ 3000,00 a R$ 3500,00. Digamos que ao todo você vai gastar os R$ 7000,00 mencionados acima. Instale o Windows Server 2003 (é parecido com o XP, não se assuste). Após a instalação, defina os IPs de cada uma das 4 interfaces (eu defini de 192.168.1.1 a 192.168.1.4), e crie um usuário com senha para cada micro ou funcionário que irá utilizá-lo (vamos criar um micro01 com senha micro01234, para demonstração).

Segunda Etapa: compre os 10 micros (podem ser os Pentium III 600Mhz ou quaisquer outros, Celerons, Athlons, etc) com placa de rede (Realtek ou VIA, por favor). Se você comprar todos iguais, tem a vantagem de configurar apenas um micro e fazer clones para os outros. Caso contrário, você terá o trabalho de instalar o Linux (sim, Linux!) em todos eles. Instale o Linux com servidor X e pacote rdesktop. Lembre-se de, durante a instalação, criar usuários para cada micro (por exemplo, micro01, senha micro01), que servirão apenas para se logar e começar a executar o rdesktop. Durante as instalações, lembre-se de colocar um IP diferente em cada micro (eu utilizei a faixa de 192.168.1.10 a 192.168.1.19).

Terceira etapa: montar a rede entre os computadores. Para isso você irá necessitar de um Switch de 16 portas e cabos de rede. Ligue os cabos de rede em cada um dos micros e no Switch. Lembre-se de que o “servidor” terá 4 cabos de rede ligados a ele.

Quarta etapa: configuração nos micros Linux. Vou utilizar um usuário “micro01” para demonstração (não tem problema de ser igual ao do Windows. Vamos editar o arquivo de inicialização do Linux. Para isso, digite “su” para logar-se como root e digite a senha. Agora digite “vi /etc/inittab”. Procure a seguinte linha: “id:5:initdefault:” e altere o 5 para 3. Depois procure as linhas:

1:2345:respawn:/sbin/mingetty tty1

2:2345:respawn:/sbin/mingetty tty2

3:2345:respawn:/sbin/mingetty tty3

4:2345:respawn:/sbin/mingetty tty4

5:2345:respawn:/sbin/mingetty tty5

6:2345:respawn:/sbin/mingetty tty6

No começo da segunda linha até a sexta, coloque um “#”. Reescreva a primeira linha para “1:3:respawn:/sbin/mingetty –autologin micro01 tty1”

Com esta linha, o Linux irá inicializar automaticamente com o usuário micro01.

Quinta etapa: Agora vamos criar um arquivo dentro do home do usuário chamado “.Xclients”. O conteúdo dele deverá ser:

#!/bin/sh

PATH=$PATH:/bin:/sbin:/usr/bin:/usr/sbin

rdesktop -5 -a 16 -f -k pt-br -u micro01 192.168.1.1

halt

Lembre-se de que o IP que você irá utilizar dentro do arquivo deve ser igual para no máximo 3 micros. Por exemplo, neste micro colocamos o IP 192.168.1.1. Podemos colocar este mesmo IP em mais dois micros. Depois utilizamos o 192.168.1.2, e assim por diante, para não sobrecarregar as interfaces. O “halt” no final serve para desligar o micro quando o usuário fizer “logoff” do Windows.

Lembre-se também de dar permissão total para este arquivo com “chmod 775 .Xclients”.

Obs.: caso queira utilizar uma impressora LPT1 local, por exemplo, no comando rdesktop acima, pode-se utilizar um argumento “–r lptport:LPT1=/dev/lp0” antes do IP do servidor. Desta forma, você estará “criando”, digamos, uma porta LPT1 no servidor que aponta para o /dev/lp0 (porta LPT1, no Linux). Você deverá instalar a impressora no servidor 2003 utilizando essa porta, que deve ser algo do tipo: “TS033 micro01: LPT1”.

Sexta etapa: vamos modificar o arquivo .bashrc do usuário. Digite no bash “vi /home/micro01/.bashrc”.

No final do arquivo, coloque “startx”, para ele inicializar o servidor X toda vez que o usuário logar.

Reinicie o micro e veja se funcionou. O resultado será uma tela de login do Windows 2003 com o usuário preenchido (neste caso, micro01) e pedindo para colocar senha (a que você definiu no seu Windows Server 2003 para o usuário, no nosso caso, micro01234).

Agora, se você seguiu meu conselho e comprou os 10 micros iguais, basta fazer um clone do micro01 para cada um dos outros, apenas lembrando de alterar o nome do micro (para micro02, 03, etc, por exemplo) e os IPs de cada uma (lembrando dos IPs na configuração do .Xclients).

Agora, se você não seguiu meu conselho, sinto muito dizer que terá que fazer o processo mais 9 vezes! Procure ver pelo lado bom, você nunca mais vai esquecer como fazê-lo!

Bom, quem quiser que eu faça pessoalmente o serviço (desde que seja São Paulo e proximidades), basta entrar em contato comigo por e-mail.

Um abraço a todos!

About these ads
CategoriasLinux Tags:,
  1. Amanda
    22 de julho de 2009 às 20:06

    Boa tarde!

    Ótima idéia! Dá até vontade de tentar algo do tipo.

    Abraços

    Amanda Rodrigues

  2. 10 de setembro de 2009 às 15:43

    Abrir a empresa não é muito custosa ,o custoso é se manter no mercado conpetitivo ,com muito pouco dinheiro para por mercadoria de otima qualidade e que os Cliente fique sastifeito com o serviço Bem prestado por Nós emprededores de primeira viagens no ramos que almeijamos entra para trabalhar com diguinidade .

  3. Andre
    26 de março de 2010 às 0:58

    Não entendi muito bam a parte de instalação e configuração das maquina sistema operacional Linux

    • Anônimo
      27 de março de 2010 às 19:22

      O que exatamente você não entendeu?

  4. 3 de maio de 2012 às 18:50

    qual dist. do linux vc se baseou para este projeto.

  5. 24 de setembro de 2012 às 17:21

    Reginaldo, se soubesse digitar não estaria nessa merda, volta pra escola.
    outra quem quer consegue, quem se dedica vai longe.
    é isso ai.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: